Assiduidade

Realização de forma constante dum compromisso de estar presente em determinado lugar num horário previamente estipulado; está normalmente associada à prestação de trabalho ou frequência de estudos; é também relativo à pontualidade.

Um Sistema de Gestão e Controlo de Assiduidade consiste em registar os movimentos de entrada e saída do trabalhador, através de terminais de ponto digitais que podem efetuar a leitura dos movimentos recorrendo a várias tecnologias: PIN CODE, magnética, RFID (proximidade), e biométrica (leitura do dedo, da íris humana, do reconhecimento facial, veias, etc.).

De acordo com a legislação em vigor, torna-se obrigatório para a entidade empregadora manter um registo de horas de trabalho prestadas pelo trabalhador. A Lei nº 99/2003 de 27 de Agosto do Código de Trabalho, Capitulo II – Prestação de Trabalho, Secção III – Duração e organização do tempo de trabalho, Artigo 162º – Registo, é bastante explícita:

“O empregador deve manter um registo que permita apurar o número de horas de trabalho prestadas pelo trabalhador, por dia e por semana, com indicação da hora de início e de termo do trabalho.”

Com um Sistema de Gestão e Controlo de Assiduidade poderemos:

Desmaterialização dos processos – abolição do papel em todo o processo de marcação de férias e justificação de faltas;
Redução de custos;
Rentabilização de ferramentas informáticas disponíveis;
Sistematização dos processos de assiduidade, tornando as suas regras conhecidas de todos;
Transparência de processos.
Acesso directo e imediato a dados de férias e assiduidade, Histórico, Informação on-line e sistematizada sobre o regime jurídico associado às férias, faltas, licenças e ausências.
Consola de decisão única para acesso a pedidos de férias e de justificação de ausências;
Visualização de conflitos de marcação de férias entre funcionários da mesma unidade orgânica e do histórico dos planos de anos anteriores;
Melhor gestão do tempo;
Acesso imediato a relatórios previamente construídos;
Criação de relatórios interactivos em função de parâmetros definidos pelo utilizador;
Diminuição dos pedidos de informação, presencial e telefónica, dos funcionários;
Diminuição do tempo de execução do processo com a abolição da prestação de informação prévia;
Dados disponíveis on-line;
Automatização do calculo do saldo de férias de cada funcionário;
Facilidade de controlo de dias de férias e assiduidade;
Simplificação do trabalho uma vez que se torna desnecessária a proliferação de mapas de controlo.